Como funciona a Dieta dos pontos, recomendações e outros

Perguntas e respostas sobre a Dieta dos pontos, como ela funciona, quais as recomendações da Dieta dos Pontos? Por que essa dieta é tão usada? Entre outras perguntas.

» Página Inicial

O que é a Dieta dos Pontos?

A Dieta dos Pontos é um programa alimentar que não restringe a ingestão de nenhum tipo de alimento ou grupo alimentar. Com ela a pessoa se sente livre para montar seu próprio cardápio e alcançar o peso e o manequim que tanto deseja. Sem sofrimento ou sacrifícios que fazem com que qualquer plano alimentar se torne impossível de ser seguido.

Como a Dieta dos Pontos funciona?

Ao invés de contar calorias, os adeptos dessa dieta devem fazer a conta de ponto. É como se cada ponto equivalesse a cerca de três calorias, desse modo a pessoa consegue, sozinha, de acordo com suas necessidades e vontades, montar o cardápio de seu dia, semana ou até mesmo um programa de emagrecimento.

A pessoa pode consumir até 320 pontos por dia (o que equivale a uma dieta alimentar de 1.200 calorias) e, por isso, deve anotar tudo o que consome, como um verdadeiro diário alimentar.

Quais as recomendações da Dieta dos Pontos?

O ideal é que a pessoa reserve no seu cardápio diário entre 50 e 60% do total de seus pontos para os carboidratos, ou seja: massas, pães, legumes, frutas e cereais. De 10 a 15% dos pontos devem ser preenchidos por proteínas, como carnes e derivados de leite. Os 30% restante devem ser preenchidos por gorduras, como as castanhas, azeite, óleo, manteiga, entre outros.

Por que essa dieta é tão usada?

A Dieta dos Pontos permite que você avalie de forma geral a sua alimentação, tudo por conta do “diário alimentar” que faz em todas as refeições. Além disso, ela consegue cortar os excessos cometidos antes, como o consumo desenfreado de gordura e doces.

Com essa dieta você ainda consegue de forma simples e intuitiva, encontrar a porção certa para você. Por exemplo, se você opta hoje por comer um hambúrguer, pode perceber no final do dia que se escolhe por um prato de comida se sentiria mais satisfeito. Por isso, ela funciona como um meio de ensinar nosso corpo e mente a associar a ingestão de alimentos com nossos desejos e necessidades alimentares.


 
Veja também: